18 de fev de 2011

Pão Para Hoje // O trabalho providente de Deus continua

Por José Eduardo

Confesso que estive hesitante em postar alguma coisa sobre o assunto para não ser injusto ou juiz de nada e ninguém. Em casos como tragédias, por mais que não queiramos acabamos emitindo opiniões a flor da pele, cometendo às vezes injustiça. Percebi que esta é uma área que precisamos mais refletir do que questionar ou julgar e deixar quem é de competência investigar as causas.

Como este é um momento de reflexão, isto sem contar que deve ser também um momento de cooperação, qual deve ser a conclusão que mais se aproxima de uma realidade? No ensinamento soberano de Deus é: continuem, não parem!

Em Lucas 13.1-9 Jesus relata um acidente onde há 18 mortos. Na reflexão sobre o texto Bíblico somos remetidos ao fato de que Jesus está nos ensinando a olharmos para nós mesmos não a culpa dos outros, pois nem naquela ocasião e nem nesta na Região Serrana há mais pecadores entre os que sofrerem a tragédia ou autoridades do que há entre nós.

Diante desta Verdade que Jesus nos expõe percebemos que Deus tem uma mensagem clara para fatos como este. É como vemos também em Jeremias 29.1-7. No texto em questão, Jeremias trás orientações por parte de Deus diante do momento desesperador dos hebreus. O contexto que gira em torno da orientação divina é o seguinte. No capítulo 1 de Jeremias, o próprio autor narra a visão que tem sobre a situação de Israel a começar pelo Reino do Norte. Ele vê uma caldeira de fogo se inclinando do Norte, era um momento de destruição que tomaria todas a tribos até ao Sul (vs.12-15). Esta é uma situação caótica que viria a se tornar realidade com a invasão dos assírios no Reino do Norte, dizimando tudo e todos até o cativeiro do Reino do Sul com os babilônicos como menciona Jeremias 29.1.

Obviamente tudo o que se pode constatar desde 1 Reis 11-12, quando Salomão abandona as orientações de Deus e  Roboão e Jeroboão dividem Israel é que quase nada se vê comprometimento com os mandamentos de Deus, e isto é um ponto a ser destacado, mas o que quero ressaltar é que Deus nos orienta a desfazermos nosso julgamento até mesmo sobre nós mesmo, pois o juiz do mundo é juiz de todos que nele habitam, inclusive meu juíz.

A questão é que realidade de Israel não era animadora, mas Deus propôs uma reviravolta diante da situação em que se encontravam na Babilônia.

Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os exilados que eu deportei de Jerusalém para a Babilônia: Edificai casas e habitai nelas; plantai pomares e comei o seu fruto. Tomai esposas e gerai filhos e filhas, tomai esposas para vossos filhos e dai vossas filhas a maridos, para que tenham filhos e filhas; multiplicai-vos aí e não vos diminuais. Procurai a paz da cidade para onde vos desterrei e orai por ela ao SENHOR; porque na sua paz vós tereis paz.” (Jeremias 29.4-7)

A proposta de Deus é uma “segunda chance” (na verdade desde a queda do homem foram muitas as chances), apesar de estarem longe de casa, Deus estava trazendo aos poucos e de maneira prática a força de Israel, ainda que presos na Babilônia. “A vida não pode parar”, é o que Deus quer dizer. “Da mesma maneira que no passado o povo ergueu uma cidade vocês também podem, mas se multipliquem, sejam um povo, se unam”. Não há outra coisa a se pensar num momento de caos e perdas. Ninguém está dizendo que não haverá choro pela perda, que não haverá luto, deve haver espaço para isto, mas muito mais para trazermos as coisas ao eixo.

Isto se chama providência divina. A Região Serrana hoje tem por providência a cooperação de muitas pessoas que estão deixando de lado por menores territoriais, hoje quem não está em abrigos improvisados está doando seu tempo para estar nesses abrigos para cooperarem na distribuição organizada dos alimentos, improvisando creches para aliviar o peso dos pais que estão atônitos com a situação, ou seja, há providência de diversas formas. Amanhã as árvores nasceram novamente, os rios estarão cristalinos mais uma vez, as chagas nas montanhas vegetadas que vemos através das imagens geradas pelo sobrevôo dos helicópteros logo estarão fechadas ... Deus continuará seu trabalho providente.
_____________________________________________________________
#Blog pessoal: Antigas Verdades

0 comentários :

Postar um comentário

"Respeite sempre a opinião do próximo"

 
^ TOP