5 de mar de 2011

Novo som no Diante do Trono

Por: Rogério de Oliveira


Ana Paula Valadão, líder do ministério Diante do Trono, tem viajado mundo a fora e percebido como a adoração é feita em outros países. E isso tem sido positivo ao Diante do Trono em termos de influências do que a música gospel internacional pode nos proporcionar. Recentemente, ela divulgou no Twitter que a clássica orquestra de metais do ministério não fará mais parte de suas ministrações. Uns gostaram da ideia, outros nem tanto! Acontece que dentre os ministérios mais populares no Brasil, o DT era o único que ainda fazia questão de manter em sua sonoridade uma orquestra desse tipo. Na minha opinião pessoal e também como admirador do ministério que sou, não gostei muito da saída dos metais pelo estilo, pela beleza e por uma pitada de saudosismo que isso me traz.


Pois bem, independente disso, a transformação do bom estilo louvor e adoração em adoração pop é o que há de mais recorrente na nossa música. Precisamos saber conviver com essa tendência que, até segunda ordem, veio pra ficar. Alguém já reparou que é difícil ouvir alguma canção do Diante do Trono nas rádios? Ainda assim, quando o CD que eles lançam é bom e bem divulgado, explode nas vendas. A explicação da líder é que a simplicidade tanto das letras quanto dos arranjos daqui pra frente se reflita na reprodução de suas canções nas igrejas. Com isso, a evangelização será um fato. O que é preciso entender é que vivemos de fases e neste momento tudo se torna cada vez mais pop e que isso contribua para que os confins da Terra sejam alcançados com mais rapidez.




Confiram os dizeres de Ana Paula Valadão sobre essa mudança:

Queridos, muitos estão perguntando sobre a orquestra do DT. Ela não acabou, pelo contrário, vai crescer! Na IBL estará sempre tocando e novos integrantes virão através da Fábrica De Arte que é um novo sonho que está se realizando. Mas a estrutura do DT diminuiu, pois assim cremos que este é o tempo de Deus para estas mudanças. Formas, sons, pessoas, tudo pode mudar, mas a essência é o q não podemos comprometer. Um dos alvos claros de Deus em meu coração é que nossos arranjos sejam mais acessíveis para que as Igrejas consigam tocar. Genialidade na simplicidade, obrigada pelo carinho com a orquestra, tenho certeza de que o Sérgio e cada músico dela aprecia o fato de sentirem sua falta. Mas todos estamos seguros na vontade de Deus para esta nova estação. Todos permanecem fieis ao Senhor, servindo na Igreja, amando-nos uns aos outros. Agora todos temos que nos abrir para o novo som do DT. Contamos com suas orações e apoio. Lembrem-se: a essência é Jesus! Só Ele é insubstituível!

0 comentários :

Postar um comentário

"Respeite sempre a opinião do próximo"

 
^ TOP