25 de out de 2012

II Salão Internacional Gospel em São Paulo


 "Música que transforma vidas"  



A primeira edição do Salão Internacional Gospel já passou escrevendo história e acompanhando toda a efervecência, popularidade e profissionalização de um mercado abençoado por Deus e bonito e iluminado por natureza, que não para de crescer. A Música Gospel brasileira hoje é um sucesso! Fatura bilhões e chama a atenção de mídias, gravadoras, políticos e investidores dispostos a mergulhar nesse mar de ritmos e cifrões, cheio de oportunidades e grandes peixes. Pesquisas recentes revelam que esse mercado é um dos mais rentáveis no país. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD), o estilo está presente entre os 20 CDs mais vendidos no Brasil. A Música Gospel, que tinha espaço apenas dentro das igrejas no início do século XIX, hoje é executada em todos os cantos do mundo. No Brasil, espalhada em hipermercados, lojas de conveniência e lojas de discos, ela é um sucesso! E não existe exagero nos números, não. A verdade é que atualmente o mercado evangélico brasileiro movimenta cerca de R$ 15 bilhões por ano. Diariamente as igrejas recebem novos convertidos, que passam a consumir vorazmente os produtos cristãos. E a música é o carro-chefe deles e é o único segmento fonográfico que cresce em venda de discos no País. Além desses, outros números chamam a atenção: em 2011, o volume de vendas de instrumentos musicais, acessórios e sonorização chegou a movimentar R$ 650 milhões. No mesmo ano, mais de 2 milhões de empregos foram gerados pelo setor. Foram vendidos R$ 500 milhões em CDS e DVDS e gastos R$ 2 bilhões se somarmos à venda de discos a produção de shows e eventos musicais. Recente matéria publicada na Revista Veja chegou a classificar o segmento como "um mercado que não conhece crise" por ser pouco afetado pela pirataria moderna e pelo compartilhamento de mp3 na Internet. O que era antes um mercado pequeno, fechado em si, com produções de baixa qualidade, passou a ser um mercado forte com um poder econômico avassalador. Segundo a revista, são 600 rádios brasileiras que transmitem programação Gospel no Brasil, 128 gravadoras. Sendo que a faixa etária que concentra a maioria dos fãs do gênero é de 25 a 40 anos, onde 66% são do público feminino e 56% da Classe C. No portal do UOL, escreveram que o mercado evangélico, num todo, cresce 8% ao ano, sendo mais de 55 milhões de evangélicos e anualmente são abertos 14 mil templos, onde a expectativa é que, até o final de 2012, este número atinja a casa das 60 milhões de pessoas espalhadas em mais de 240.000 templos, incrementando ainda mais os negócios Gospel. Luís André Brunet, pesquisador da SEPAL, prevê que em 2020 os evangélicos chegarão à marca de 109,3 milhões (52%) num total de 209,3 milhões de brasileiros, isto obviamente se a taxa de crescimento se mantiver nos patamares anteriores, sendo metade da população brasileira formada por evangélicos, o que consequentemente também reflete no segmento da Música Gospel.
Na esfera política, primeiro no Estado do Rio de Janeiro, a Música Gospel foi reconhecida como manifestação cultural e está inclusa na Lei 5.826, de 20 de Setembro de 2010, de autoria do Deputado Edson Albertassi, sancionada pelo Governador Sérgio Cabral. A lei criou facilidades na obtenção de patrocínios de empresas privadas para os eventos, ampliando ações e estimulando o crescimento do segmento. Em Janeiro de 2012, houve o reconhecimento nacional da Música Gospel como manifestação cultural. A lei 12.590 foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff, alterando a Lei Rouanet para estender os benefícios da renúncia fiscal também à Música Gospel. O texto abrange no escopo da Lei Rouanet (legislação que define o leque de atividades culturais passíveis de financiamento público), o artigo 31-A, que estabelece o seguinte: "Para os efeitos desta Lei, ficam reconhecidos como manifestação cultural a Música Gospel e os eventos a ela relacionados, exceto aqueles promovidos por igrejas." O maior país católico da América Latina está cada vez mais evangélico!
O termômetro de todos esses números é a popularização do estilo, notado nos últimos anos nas grandes mídias: em 2007, na novela "Duas Caras", da Rede Globo, a cantora evangélica Aline Barros teve sua música "Recomeçar" incluída na trilha sonora do folhetim. Em 2009, o sucesso "Faz um milagre em mim", do cantor Regis Danese, virou tema até dos gols do "Fantástico". Em 2010, anúncios do Ministério Diante do Trono, Irmão Lázaro, participações de Fernanda Brum, Aline Barros e Ana Paula Valadão no "Domingão do Faustão" e muitas premiações como o prêmio Hutúz, onde Dj Alpiste, rapper gospel, foi um dos premiados e até o Grammy Latino, que em anos passados premiou a cantora Soraya Moraes e, recentemente, Marina de Oliveira e Aline Barros na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa. Em 2011, as portas se abrem no SBT com o quadro "Tem um cantor Gospel lá em casa" dentro do Programa Eliana, produzido em parceria com os idealizadores do Salão Internacional Gospel, sendo sucesso de audiência por 2 meses seguidos com apresentações dos maiores nomes da Música Gospel aos domingos à tarde, como Marina de Oliveira, Cassiane, Irmão Lázaro, Oficina G3, Régis Danese, Diante do Trono, Fernandinho, Aline Barros, Fernanda Brum, Bruna Karla, entre outros, sendo apontado pelos críticos como o grande momento da Música Gospel de 2011. Era o que faltava para que grandes emissoras, como a Rede Globo, se renderessem de vez à força da Música Gospel criando, então, o Troféu e o Festival Promessas, colocando no "Show da Virada" Aline Barros cantando e proporcionando várias entrevistas nos telejornais.
Em 2012, o ano começa cheio de graça embalado pela Música Gospel, com Pregador Luo e Diante do Trono no programa global do Luciano Huck. Em abril do mesmo ano, ocorre a canalização de tudo isso, o estilo estava às vésperas de viver uma verdadeira revolução cultural. No dia 12 de Abril de 2012, representando todo esse aquecimento, acontece a primeira edição do Salão Internacional Gospel, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. A feira  passa a representar a música e a cultura Gospel e em Setembro aparece no calendário oficial das "Principais Feiras de Negócios do Brasil" como única representante do setor, depois desse evento nada seria como antes...
Durante os três dias de feira, muito foi pensado, falado e discutido sobre a comunidade Gospel, sua evolução e profissionalização no Brasil. Quem visitou o evento pode participar de palestras e seminários que levaram o público e profissionais do segmento à reflexão e entendimento do que é o setor e para onde está indo. Os visitantes puderam mergulhar, aprender e se emocionar com a história da Música Gospel brasileira, contada desde a década de 50 pela Exposição "Gospel Memórias - Dias que não voltam mais". Mais de 200 nomes da Música Gospel brasileira, numa verdadeira maratona de shows, passaram pelos palcos do Salão Gospel misturando adoração, samba, rock, pop, rap, sertanejo, entre outros estilos. Ocorrendo, também, uma mistura de gerações, o que foi aprovado de imediato pelo público visitante e pelos convidados do evento: São de Luiz Roberto (41), advogado, as palavras: "Foi muito bom vir com a família nesse evento. Pude encontrar nos corredores com nomes que fizeram parte da minha vida, como Adhemar de Campos, Jaime Kemp, Jerusa da Banda Rara, Mara Maravilha, entre outros. E o melhor, nunca pensei de poder ouvir, por exemplo, o Pastor Adhemar cantando com um dos integrantes do FLG. Isso foi bárbaro! A estrutura do evento e a limpeza impecável. Fiquei feliz, pois em outros eventos semelhantes tive que trocar meu bebê no carro, pois não tinha fraldário... No Salão, a organização teve essa preocupação com as famílias que visitaram o evento. Gostei! Ano que vem volto!". A cantora e apresentadora de TV Mara Maravilha, na ocasião, declarou: "A iniciativa foi totalmente inovadora. Estrutura maravilhosa! Algo bem impactante, uma feira dedicada a música cristã com certeza já é sucesso para a glória do nome do Senhor Jesus! Explêndida a exposição "Gospel Memórias", me senti muito emocionada ao ver os momentos históricos da trajetória de grandes nomes da música cristã." Para o Maestro Eduardo Roz, o Salão foi um grande momento de fazer contatos. Ele disse: "Estive lá, palestrei, toquei, cantei e me relacionei com diversas vertentes do Mercado Gospel, centenas e centenas de pessoas de outros estados e alguns países, que conheciam meu trabalho e puderam prestigiar toda a feira. Convoco a todos os expositores para que ampliem os espaços para o próximo ano." E, ainda, o jornalista Fernando Vannuci explanou: "Muito legal a iniciativa do Salão Gospel. Acredito que o crescimento dos evangélicos é uma tendência e que precisam se profissionalizar", conclui.
Ao sentir a necessidade citada por Vannuci é que os cantores do universo Gospel estão se profissionalizando mais e aprendendo a usar as mídias a seu favor, para divulgação dos seus trabalhos, explorando muito bem, por exemplo, a internet, com sites e espaços em redes sociais. O crescimento dos programas de tevê, jornais, revistas, portais, blogs e sites especializados, além de um grande número de rádios apenas tocando o segmento, somam a essa expansão do mercado de Música Gospel. Outro aspecto é a demanda pela procura de profissionais capacitados em assessoria de imprensa e de marketing, substituindo de vez o antigo divulgador amador por profissionais gabaritados para trabalho de imagem com escritórios especializados. Essas iniciativas tornam o artista conhecido e respeitado em outros segmentos. Tudo isso reverte em vendas. O Salão Gospel também tem esse compromisso: investir na aprendizagem e aperfeiçoamento dos profissionais do setor.
Em 2013, de 19 a 21 de Abril, no Centro de Exposições Imigrantes, idealizado pelo Grupo MR1, primeira agência especializada e líder no mercado Gospel e organizado pelo Grupo Cipa Fiera Milano, que mantém escritórios no Brasil, Itália, Índia, China e Cingapura, acontece o II Salão Internacional Gospel, a maior feira de música e cultura Gospel da América Latina. O que era bom, vai ficar ainda melhor! Além de cantar e tocar para Deus, que é o nosso principal objetivo e daí surge o tema 2013 do Salão "Música que transforma vidas", somos também divulgadores da cultura cristã. Assim como em outros grupos, também cultivamos atividades, modos de agir, costumes, crenças, as leis de Deus e dos homens. Temos nossa arte, hábitos adquiridos dentro de um grande grupo, porque não dizer, dentro de uma grande comunidade evangélica, que estão sempre evoluindo, fruto do esforço coletivo pelo aprimoramento de valores materiais e também espirituais. Então, nós, evangélicos brasileiros, temos uma cultura que nos representa e que deve ser entendida, pensada e divulgada e esse é um dos grandes objetivos do Salão. Fazer a sociedade refletir sobre os evangélicos e o que representam hoje dentro da sociedade brasileira. Dentro da segunda edição da feira, teremos o 2º Fórum de Música Gospel, com palestras para lojistas, livreiros, músicos, lideranças e profissionais do setor. Um dos assuntos pautados é a Cultura Gospel, além disso, outras novidades serão: A Exposição Gospel Vinil, que  pretende reunir um acervo rico de obras que marcaram época e gerações de adoradores; o Espaço Arte, Dança e Teatro, onde abrimos um espaço dedicado totalmente à arte, que é uma criação humana com valores estéticos (beleza, equilíbrio, harmonia) que também podem ser usadas para a adoração a Deus; o Cine Gospel, onde dentro do evento, além de ouvir muita música, de participar de palestras, de conhecer novas tendências, de comprar novidades, o Salão, numa iniciativa pioneira dentro do circuito de feiras evangélicas, traz para o público alguns dos melhores filmes do segmento. A intenção é estimular a cultura e a reflexão sobre assuntos muito importantes que fazem parte da nossa vida. Serão 3 dias de projeções na primeira grande mostra de cinema cristão. O Espaço Hip Hop, para quem gostou em 2012, a boa notícia é que os manos vão continuar colando no Salão Internacional Gospel. Em 2013, o espaço vai receber novamente a grande família e teremos homenagens. O Sing Festival 2, que pretende continuar descobrindo e revelando novos talentos das igrejas, além da maratona de shows com grandes nomes da Música Gospel, que vão marcar os três dias de feira. E tudo isso gratuitamente!
São dos idealizadores e dos organizadores as palavras: "Pretendemos, em 2013, surpreender a todos! Abraçar a grande Família Cristã! Vamos aprimorar nosso trabalho, sabemos que sempre é possível melhorar e continuar oferecendo ao mercado um evento com toda estrutura, transparência, conforto, seriedade e preocupação em atender às normas internacionais de qualidade total. Sabemos que pequenos detalhes fazem toda a diferença! Criando um espaço totalmente dedicado ao mercado, onde gravadoras, igrejas, cantores independentes, indústrias de instrumentos musicais, editoras, lojistas e livreiros, empresários, músicos, profissionais do setor, pastores e líderes de ministério, imprensa e, principalmente, o público serão muito bem-vindos e vão, num clima agradável, poder circular e fazer compras com a família com toda a segurança, em um ambiente limpo e organizado. Aproximar os artistas do seu público, os lojistas dos seus consumidores diretos e a imprensa do evento, acabando com a burocracia, constrangimento e a perda de tempo, que é algo que não pode acontecer nessa profissão, pois temos na imprensa grandes parceiros. O evento tem uma proposta totalmente inovadora e o que o torna diferente é exatamente o comprometimento com Deus e com o mercado musical e cultural cristão, independentemente de tamanho, raça, cor, denominação, tribo ou poder aquisitivo. Respeitamos e apreciamos todos os estilos musicais e manifestações culturais. Que todos venham, participem, tenham liberdade para adorar, que os expositores façam bons negócios, que a imprensa faça brilhante cobertura e visitantes saiam satisfeitos com tudo que ouviram, viram e participaram. Que venha o II Salão Internacional Gospel e com ele todas a bençãos espirituais!".

 
Serviço
II SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL
Realização: Grupo MR1
Organização: Grupo Cipa Fiera Milano
Local: Centro de Exposições Imigrantes
Endereço: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5, São Paulo, SP, Brasil
Data: 19 a 21 de Abril de 2013
Horário: Das 14:00 às 20:30 horas.
Visitação Gratuita
Central de Atendimento: 011 5585-4355 | Fax: 011 5585-4359 | Nextel 87*13164
Imprensa: Luciana Mazza
013 7813.5186 | 87*13165

0 comentários :

Postar um comentário

"Respeite sempre a opinião do próximo"

 
^ TOP