2 de mar de 2011

Jeremy Camp no Brasil em 2011

Jeremy Camp

Jeremy Camp vem pela primeira vez ao Brasil com a sua turnê “We Cry Out” pelas cidades de São Paulo, Goiânia e Rio de Janeiro, trazendo um novo estilo de rock e melodias modernas.
Cantor americano de 30 anos, já lhe renderam uma multidão de fãs e elogios, incluindo 16 canções número 1, 5 Dove Awards, 3 ASCAP como Compositor do Ano e ganhador do American Music Award 2010.
Sua banda é formada pelos guitarristas Randy Williams e Andy Davis, baixista Walt Smith, o baterista Leif Skartland e o tecladista Jacob Sooter. Sua música mistura o rock moderno e vibrante com os movimentos e estilos de adoração atual.
Em sua história músical, Jeremy Camp já participou de importantes projetos mundiais da música gospel internacional, com a Hillsong Music (“Mighty to Save”) e com a turnê de Matt Redman (“You Never Let Go”).
Em sua novo álbum “We Cry Out” você poderá conferir uma nova versão da música “Deus Eterno, de Brenton Brown e a música “Jesus Salva” de Chris Tomlin. A maioria das outras seleções são igualmente declarações apaixonadas de graça e poder de Deus.
“Durante a gravação, houve um momento espontâneo de adoração. O produtor levantou as mãos, e meu pai estava lá, ele levantou-se e adoraram. Eu tive que parar de cantar de toda a emoção”.
Suas principais músicas são: “My Desire”, “All The Time”, “Walk by Faith”, “Still Belive”, Restored”, “Beyond Measure”, “Slow Down Time”, “I Know Who I Am”, “My Fortress” “Giving You Control”, “Surrender” e muitas outras.
Jeremy Camp: uma visão de Caio Torves
Quando o assunto é Jeremy Camp, merece então uma atenção especial. A banda consegue juntar de forma harmoniosa dois fatores importantes para se fazer uma boa música: melodia e letra de qualidade. Mesmo não mudando tanto seu estilo, o Jeremy Camp tem muita habilidade para compor.
Vale ressaltar que em meio a 4 álbuns, o cantor tem compartilhado de diversas formas a sua vida conosco, seja atravez das letras que sempre expressam algo sobre a vida de Cristo, o seu amor, a sua obra, a adoração e louvor feito a Ele; como também falam de suas tristezas e as muitas situações adversas da vida, a exemplo do falecimento de sua esposa no início do seu casamento. Mas enquanto Jeremy vem crescendo e amadurecendo como homem e cantor, ele vem usando sua arte para alcançar corações que necessitam do amor de Deus, e é isso que ele busca fazer.
A expectativa das gravações começarem em maio de 2008, trouxe uma ansiedade em busca de uma “inspiração” divina, porém, em abril a primeira faixa ainda não havia sido gravada. Jeremy Camp escreveu um álbum para atingir a todos, com foco especial nos jovens. Ele mesmo declara que ama e sente algo especial por eles, porque são pessoas que tem desperdiçado grande parte da vida envolvidas em caminhos que desagradam a Deus.
Então chega de conversa e vamos pra o que interessa, no ano passado Jeremy Camp lançou seu último álbum “Speaking Louder Than Before”. Particularmente não vi grande diferença para os outros álbuns e esse também não é o seu melhor disco da carreira, prefiro ficar com “Restored” e “Beyond Measure”. Esse álbum tem um número maior de faixas que trazem mais rock e força para os fãs, mas também preserva seu estilo mais marcante que é um pop com um toque de adoração. Confiram então.
“Slow Down Time” é a primeira faixa e começa já agitando o álbum, a exemplo da faixa “Tonight” de Beyond Measure (último álbum). Depois vem “Capture Me”, que segue trazendo mais agito, uma música boa, mas nada de tão especial. “Speaking Louder Than Before” é a faixa que trás consigo o nome do álbum, é uma faixa que tem a guitarra e a bateria como destaque, fazendo ainda mais pesado, com um ritmo que dá vontade de pular e se balançar, com certeza irá agradar os fãs de um bom christian rock. Já a quarta faixa “There Will Be a Day”, dá um freio no álbum, passando até a metade da faixa com um som mais lento e depois ganhando mais peso até o final, mas nada comparado às últimas faixas.
E chega “I Know Who I Am” que é uma das melhores faixas, em termos musicais me agradou bastante, me fez relembrar outros sucessos antigos da banda como “Even When” e “Walk By Faith”, que coloco na lista das melhores músicas do Jeremy Camp. Já não posso falar o mesmo de “I Am Live”, dessa só elogiaria a letra que expressa a gratidão a Cristo por tê-lo encontrado, mas de resto não tem nada de tão brilhante na minha opinião; a melodia é chata e enjoativa. “You Will Be There” é um bom pop/rock, bem a cara da banda. “Healing of God” é uma das faixas que destaco nesse álbum, uma bela canção, lenta em grande parte dela, sem tanta guitarra e bateria, e um lindo vocal feminino, proporcionado por Adie Camp, a esposa do vocalista. “So in Love” é uma faixa que também agrada bastante, um som mais leve com uma letra onde fala de entrega a Deus e da dependência a Ele; pra resumir, uma faixa de adoração. Então chega a faixa “My Fortress”, a melhor faixa desse álbum, digamos que é o ápice desse novo trabalho do Jeremy Camp, juntando boa melodia, belos vocais e uma letra melhor ainda, que exalta o nosso Deus, falando que Ele é nossa força, esperança, descanso e fortaleza; com direito ainda a um solinho de guitarra muito bom.
“Giving You Control” é a faixa mais agressiva do álbum junto com “Speaking Louder Than Before”, o som é pesado e a guitarra está muito pesada; essa é uma daquelas faixas que temos que ouvir com o volume nas alturas, difícil de ficar parado ao ouvirmos ela. Muito empolgante essa faixa, lembrando até “Lay Down My Pride”, faixa do álbum Restored. A faixa mais acústica e com quase nenhuma guitarra e bateria é “Surrender”, que é algo mais devocional, como o próprio nome já expressa, com participação da Adie Camp, que além de esposa, era a líder da The Benjamin Gate, que não existe mais. O álbum termina com uma faixa bônus: “Christ is Come”, com grande qualidade musical, vocal e com a letra que fala daquilo que devemos aguardar com grande alegria e expectativa: a volta de Cristo.
Quem escutou o novo trabalho desta banda que é uma das minhas preferidas, pode ver que é um álbum que não tem mudanças radicais no estilo, mas continua com grande qualidade musical e nas suas letras. A produção também foi muito boa, mas aquilo que podemos destacar mais nesse álbum, é a dedicação de Jeremy Camp em alcançar os jovens através da sua arte, revelando assim, que não faz algo apenas comercial, mas que tem um objetivo muito maior, que são vidas alcançadas para Deus.
Data e Local:
Data: 14 de maio de 2011 (sábado) – SÃO PAULO (SP)
Local: Igreja Bíblica da Paz (Rua dona Santa Veloso, 575 – Vila Guilherme
Horário: 20h00
Classificação indicativa: livre para todos os públicos.


Valores dos ingressos – Lote 1:
Cadeira: R$ 80,00 (meia/promocional)
Pista: R$ 50,00 (meia/promocional)
* Pré-venda dos ingressos do primeiro lote

Pontos de venda (sem taxa de conveniência):
Em breve informações.

Vendas on-line / Call Center:

Ingressorapido.com.br / 11 4003-1212

Informações:
(11) 2649-2018 / (61) 8432-3661 / contato@visionproducoes.com

0 comentários :

Postar um comentário

"Respeite sempre a opinião do próximo"

 
^ TOP